Animais

MEU GATO COMEÇA O CABELO

Pin
Send
Share
Send
Send


Muitas vezes, quando adotamos um gatinho ou mesmo um gato adulto, seja da rua ou da loja de animais, descobrimos que ele tem cabeça ou pernas carecas.

Por careca, quero dizer áreas de pele sem pelos. Se o seu gato tiver uma ferida na parte de trás das orelhas, leia este outro artigo.

Você pode estar lendo agora porque acabou de perceber aquelas carecas e está muito preocupado. Você pode ter sido informado de que é sarna ou micose, e é bem provável que você tenha lido muitas coisas na internet e agora esteja com muito medo.

Nesse caso, vou dar apenas duas dicas:

1. Acalme-se. Calma, nada acontece. É muito comum encontrar gatinhos com careca, por isso é provavelmente uma infecção comum com solução fácil ... Continue lendo um pouco mais e verá que não é nada tão dramático.

Agora, faça duas verificações simples. Primeiro, veja se a parte que não tem cabelo está atrás da orelha. E segundo, verifique se o seu gato não está lambendo em excesso. Se você não tiver certeza, recomendo que você leia este artigo.

Se você não tem ácaros e não causou calvície devido à aparência excessiva causada por estresse ou desconforto, pode ser uma condição da pele.

2. Ligue para o veterinário. Sem soluções domésticas ou experimentos. Minha recomendação da internet é parar de pesquisar na internet. Infelizmente, as orientações que podemos fornecer a partir da rede serão anteriores ao tratamento. Você precisa de um tratamento. A boa notícia é que este tratamento é simples e barato e em questão de dias seu gato será perfeito.

De acordo com meu veterinário ao longo da vida, o Dr. Olivares, na maioria das vezes nos deparamos com uma infecção por fungos (dermatofitose), mais conhecida como micose. Será o veterinário que diagnosticará se estamos tendo uma infecção fúngica ou se é de outra forma.

Eu acho que meu gato tem fungos (micose) O que vai acontecer agora?

Segundo o especialista Manuel Olivares, é essencial um diagnóstico adequado da doença, pois os fungos são contagiosos e podem ser passados ​​para outros animais da casa e até para as pessoas.

O diagnóstico: O veterinário sempre fará isso, neste caso na clínica. Normalmente, o cabelo é estudado, as lesões são observadas com uma luz especial ou uma cultura é realizada.

Tratamento: Depende da quantidade de lesões existentes e da idade e condição do gatinho, mas os tratamentos podem ser locais, na forma de loção ou creme que é aplicado na pele ou nos banhos e até em medicamentos orais. Como você pode ver, não é muito complicado, então eu recomendo que você faça o mais rápido possível.

Como meu gato pode ter sido infectado?

Por que se meu gato não tinha nada quando chegou em casa e não teve contato com outros animais e sempre permaneceu dentro de casa, pegou esta infecção? A resposta é que o gatinho já tinha os fungos que causaram o processo em sua pele, mas seu sistema defensivo os controlava. Quando ocorre uma situação estressante para o gatinho, como uma mudança para uma nova casa, o sistema defensivo falha e os fungos começam a crescer rapidamente e causam a doença.

Espero que você esteja muito mais calmo agora, sabendo o que são essas calvícies, mas lembre-se de que você precisa ser um veterinário para confirmar que são fungos e prescrever o tratamento certo, quanto mais cedo melhor.

SINTOMAS DE QUEDA CABELOS EM GATOS

Os fatores preocupantes se desenvolvem quando o gato perde excesso de pêlos, causando excesso de higiene, o que causa calvície principalmente na barriga, nas laterais, nas patas traseiras, nas orelhas, nas costas e também na cauda. A causa mais comum desse comportamento é devido à coceira e à necessidade de aliviá-lo lambendo.

Se você observar algum destes sintomas em seu gato, consulte o veterinário para descartar a presença de parasitas, alterações hormonais, alergias ou até comportamentos relacionados à ansiedade ou estresse. Exames de sangue e amostras de pele ajudarão o veterinário a descartar certas patologias e determinar as possíveis causas.

Agentes externos, como pulgas, são uma das principais razões a considerar. Nos gatos, diferentemente dos cães, a visibilidade das pulgas pelos proprietários é menor, pois os felinos tendem a ingeri-las. Daí a necessidade do veterinário explorar seu gato em profundidade e determinar se a presença de pulgas é a raiz do problema que ele está sofrendo.

Alergias, sejam de natureza alimentar ou devidas a condições ambientais (como poeira ou ácaros), são a segunda causa de queda de cabelo em gatos. O lamber insistente do seu gato, em resposta ao desconforto causado pela alergia, pode causar que, além da calvície, você detecte caspa ou feridas na pele. Nesses casos, o veterinário recomendará um tratamento adequado para aliviar a situação (medicamento), bem como uma dieta seca específica (alimentos hipoalergênicos) para reduzir os sintomas.

Se o veterinário já descartou os fatores patológicos, ele estará inclinado a problemas comportamentais, o que também pode explicar por que seu gato perde ou rasga seus cabelos. Nesse cenário, você deve considerar o estresse e a ansiedade como alguns dos principais motivos que justificam a lambida obsessiva do seu gato e conhecer as consequências que isso produz em seu pêlo e pele.

Gatos são extremamente suscetíveis a mudanças. Qualquer alteração em sua rotina ou a presença de alguém novo em seu ambiente são elementos que podem distorcer seu bem-estar e causar um nível obsessivo de higiene que afeta seu casaco. Se esse for o seu caso, é aconselhável entrar em contato com um veterinário especializado em comportamento animal (etólogo) para que ele possa orientá-lo sobre as diretrizes a seguir.

Possíveis causas, sintomas e tratamentos da calvície em gatos

Por que meu gato tem manchas carecas? Por que meu gato arranca seu cabelo?

Durante esses dias de Natal, percebemos que Petit alguns apareceram careca pequena nas patas traseiras. Preocupados com sua aparência, o levamos ao veterinário e ele nos explicou quais são as doenças que geram esse sintoma e com que tratamento devemos realizar. Petit

Motivados pelo que acontece com o nosso gato, pensamos em escrever este post para ajudar você a saber mais sobre calvo nos gatos, Por que o gato tem partes sem pêlos ou perde muito cabelo, sabe quais doenças podem causar, quais sintomas podem aparecer e qual é o tratamento mais eficaz.

É muito importante que, antes de qualquer alteração no aspecto físico ou comportamental do seu gato, vá sempre ao seu veterinário de confiança.

Vejamos as possíveis causas que geram calvície em gatos:

O Micose ou dermatofitose É uma doença causada por fungo e que afeta a pele dos gatos. Esse problema de saúde é muito infeccioso e contagioso, outros animais e humanos, por isso não hesite em levá-lo ao seu veterinário de confiança.

O contágio pode ocorrer por contato direto com cobertores, caixas de areia, brinquedos, etc. Embora seja um fungo, também pode ser facilmente movido pelo ambiente por esporos, facilitando o contágio.

Existem alguns fatores que podem favorecer o aparecimento da micose: dieta inadequada, parasitas ou outras doenças anteriores, estresse e ansiedade e más condições de vida no ambiente: falta de higiene, umidade e calor, falta de luz, etc.

Este cogumelo afeta a pele, pêlos e unhas, desde que se alimenta queratina. As áreas onde o fungo vive é onde o gato deixa cair o pelo, porque a micose não pode viver em áreas onde há pêlos. Por isso A falta de cabelo é o maior sintoma da micose em gatos.

Sintomas de tinea

  • Alopecia localizada ou generalizada pelo organismo.
  • Lam> Uma vez que o veterinário determina seu diagnóstico, um tratamento que dura entre 1 e 3 meses, dependendo da sua gravidade. Tem que seja persistente e tenha paciência até erradicar completamente o fungo.

Possíveis tratamentos

  • Faça uma limpeza nas áreas afetadas com pov> 2. Sarna

O Sarna É também uma doença que Afeta a pele dos animais. É causada por ácaros, e é altamente contagioso pode ser transmitido por contato físico com outro gato ou animal. Sarna eÉ muito fácil diagnosticar e tratar, para que o veterinário de confiança faça os testes relevantes para aplicar o tratamento rapidamente.

Sintomas de que seu gato tem pulgas

  • Eles podem ser vistos no pêlo do gato
  • Sujeira no pêlo gerado pelas fezes desses parasitas.
  • Raspagem e limpeza excessiva.
  • Presença de pequenas manchas de sangue na cama ou cobertor onde o gato repousa.
  • Humor baixo, sem vontade de brincar e falta de energia.

Assim que detectarmos a presença de pulgas ou o veterinário fornecer seu diagnóstico, procederemos ao tratamento recomendado pelo veterinário para erradicar pulgas no gato.

4. Ansiedade, estresse e alergias

Seu gato pode estar estressado ou ansioso. Gatos são propensos ao estresse quando há uma mudança em seu ambiente. Descubra se é devido a um novo membro da família, se é um bebê ou outro animal, ou se há uma mudança em casa, uma mudança ou é deixado sozinho muitas horas.

Às vezes nossos gatos desenvolvem comportamentos obsessivos como arrancar os cabelos e lamber excessivamente, porque em situações estressantes a frequência de seus banhos pode aumentar, pois lamber o pêlo libera endorfinas, fazendo com que seu gato se sinta melhor.

Ele tédio e frustração Também pode fazer com que o seu gato provoque o cabelo dela, procurando, de alguma forma, se distrair. Sempre sair brinquedos e raspadores ao seu alcance para que você possa se divertir, especialmente se você o deixar em paz por muitas horas. É importante brinque com ele todos os dias, assim como dê o espaço necessário em casa e encha-o de mimos, amor e amor quando precisar e peça.

As careca em gatos eles também podem ser de origem alérgica, por exemplo, para alimentos ou tipo de ambiente, como qualquer produto ou perfume que você esteja usando em casa. As alergias em gatos são difíceis de diagnosticar, mas o veterinário é o profissional que o ajudará a descobrir a causa de sua calvície ou descamação de pele.

Recomendações

No nosso caso, com Petit, o veterinário recomendou a aplicação de um pipeta de desparasitação caso as pequenas carecas que apareceram nas patas traseiras sejam produzidas por alergia a alguma picada de pulga. Vamos ver se isso melhora nossa vagina.

Lembre-se de que prevenir é melhor que remediar. Dê ao seu gato as melhores condições de vida:

  • Higiene e escovação.
  • Evite possíveis infecções com outros animais. Aplicar antiparasitário.
  • Alimentação saudável - O melhor alimento para o seu gato - e Água fresca em abundância.
  • Evite o estresse e a ansiedade, dê-lhe mimos e afeições quando você p> E acima de tudo, se você suspeitar que seu gato possa ter alguma doença ou observar mudanças em sua aparência física ou comportamental, Não hesite em ir ao veterinário imediatamente.

Esta publicação é informativa e é apenas um guia ou orientação. Visite o seu veterinário de confiança para qualquer dúvida que possa ter e, especialmente, antes de iniciar qualquer tratamento para o seu gato, mesmo que seja um tratamento natural.

E seu gato já teve manchas carecas?

Obrigado pelos seus comentários!

Pin
Send
Share
Send
Send